Redação

Combate ao Racismo

Pesquisar

Pesquisar

  • 10

    MAI

    2015

    75,33% é pouco

    por João Paulo Carneiro em 10/05/2015

    Ontem, meu tio me disse: "Vocês professores estão querendo acabar com o Estado, 75% de aumento não pode..."
    Respondi: "Tio, quando eu fazia doutorado minha bolsa era de R$ 3100,00, hoje, como professor com doutorado eu recebo R$ 1470,00, quer dizer, mesmo com os 75% solicitado por nossa categoria, o Estado não me pagará o que eu ganhava como estudante. Uma vergonha! Por essa e muitas outras é que o Estado de São Paulo esconde da população o nosso salário, mas eu não - mostrei a ele meu holerite. Concluindo tio, o aumento do salário dos professores deveria ser de no mínimo 200%, a fim de atrair profissionais bem qualificados para uma das mais importantes profissões, mas como não queremos onerar muito o Estado, pedimos neste momento apenas 75,33%, que representa exatamente nossa equiparação salarial com as demais categorias com ensino superior." Após essa fala, meu tio, que votou no Geraldo Alckmin e acredita no PSDB e na Veja e na Globo... me disse apenas: "mas o seu holerite é de março". É tio, de março para cá muita coisa mudou, são milhares de professores lutando pela efetivação da chamada Pátria Educadora, que passa invariavelmente pela valorização do professor! A única coisa que não mudou foi meu salário... ah, sim, e retomando o ínicío da conversa, quem quer acabar com o Estado, é o próprio governador, desprezando e precarizando o ofício do professor!

    ...

    João Paulo Carneiro
    Professor, geógrafo e permacultor