Redação

Combate ao Racismo

Pesquisar

Pesquisar

  • 02

    SET

    2015

    Estudar - uma nova faceta da educação

    por Ângela Franco em 02/09/2015

    Uma pergunta que pais de crianças que estão iniciando o Ensino Fundamental sempre fazem é: "- Quando é que meu filho vai começar a estudar?  "ou "- O que meu filho tem que estudar para a prova?"

    Esse questionamento de pais iniciantes vai acompanhar o estudante ao longo de sua vida escolar e servirá de parâmetro para avaliação da escola em "fraca" ou "forte", conforme a "quantidade de estudo" que se ofereça.

    Mas, o que significa estudar? Quando se deve estudar? O quê e como?

    Tornar uma criança, um adolescente ou um adulto em um ESTUDANTE - aquele que estuda -  implica em criar capacidade de pesquisa, que permitirá a busca do conhecimento onde quer que ele esteja. Ora, a capacidade de pesquisa exige algumas habilidades que a escola (e a família ...) tem obrigação de estimular (garantir?): a primeira delas é a curiosidade, o desejo de querer descobrir, de obter respostas, de saber mais ... A curiosidade é conseqüência da provocação, da desequilibração, do pensamento estimulado, do desafio. Daí a necessidade de uma metodologia instigadora, de inúmeras fontes de informação e da possibilidade de acesso a todas elas.

    O acesso a variadas fontes de informação exige habilidades/competências diversificadas e, entre elas, algumas são essenciais: ler, pensar, selecionar, optar.

    O ESTUDO, a formação do ESTUDANTE começa muito antes do ingresso à escola. Inicia-se com a conversa do dia a dia, com os passeios, audição de músicas, teatros e muitas perguntas. Na escola o processo continua e acrescentam-se novas habilidades e competências: LER, ESCREVER, RACIOCINAR ... e muitas perguntas!

    Quando se questiona "- O que meu filho tem que estudar? “ Ou quando se afirma "_ Os alunos não estudam. “ Há de se analisar todo o contexto e verificar a concepção de estudo que se tem.

    O "aprender a aprender", um dos pilares da educação, que nada mais é que o ESTUDAR de forma autônoma, começa com o desejo e passa pela leitura e pelo pensar.

    Estudar é ler e pensar, é resolver problemas.

    Na fase inicial da educação básica, o estudar é ganhar os diferentes tipos de textos, é propor solução aos diferentes problemas com que se depara, é perguntar e levantar hipóteses, é esclarecer.

    A LDB 9394/96, em seu artigo 13, inciso III, propõe aos professores zelar pela aprendizagem dos alunos, o que implica criar estratégias para construção de habilidades e competências que transformarão uma criança/adolescente / aluno em criança/adolescente /estudante.

    A criança que se torna um bom leitor e agrega a essa competência a curiosidade própria ao ser humano, com certeza já estuda e continuará estudando ao longo da vida.

     

    Ângela Franco

    Consultora e Assessora Educacional

    zanzalima@hotmail.com

     

     

    ...

    Ângela Franco