Redação

Combate ao Racismo

Pesquisar

Pesquisar

  • 20

    MAR

    2017

    Mídia e Educação: Contribuições da CONANE Sudeste

    por Redação em 20/03/2017

    A roda de conversa Mídia e Educação: Ocupe a Mídia contou com a presença de Kadu Braga como Mediador, Caio Dib como sistematizador e Érica Teruel Guerra como fomentadora.

    O que era mídia há quinze anos atrás e o que é mídia hoje? Existe uma linguagem certa para comunicar? Os jovens naturalmente estão usando os novos meios de comunicação alternativos a grande mídia, como garantir a veracidade das informações?

    Na visão dos integrantes da roda existe uma dominância de conteúdo e  bolhas de concordância. Existem testes sobre o quanto isso altera inclusive a sociabilidade das pessoas.

    Os participantes mostraram também certa preocupação em como utilizar a mídia para oferecer mais visibilidade aos projetos que buscam alternativas para construir uma nova educação. Questionaram as formas pelas quais estes projetos podem se relacionar com a mídia.

    Organizar novos produtores de conteúdo dentro das organizações de educação alternativa pareceu uma alternativa viável aos participantes, para que pessoas possam escrever de qualquer lugar do mundo sobre seus projetos educativos. Sugeriram que a CONANE pudesse organizar uma cobertura feita por uma imprensa jovem. Para isto, compreender o que de fato é importante e estar conectado com os temas e valores compartilhados na CONANE foram colocados como questões fundamentais para viabilizar este tipo de ação.

    Como estruturar uma comunicação de pedagogias inovadoras?

    Para os membros da roda é fundamental organizar as alternativas para uma nova educação para posteriormente obter êxito na qualificação desta comunicação, necessitando de extremo cuidado com o uso da linguagem para respeitar os conceitos e direcionamentos pedagógicos que resistem e não reproduzem as atuais padronizações impostas pelo mercado.

    Como meta os educadores acreditam que os estudantes precisam se sentir mais parte do processo educativo, para que também possamos chegar nos estudantes que não têm a consciência deste movimento.

    Com as práticas pedagógicas sendo trocadas, discutidas e reinventadas. tendo a CONANE como canal, torna-se possível atuar mais regional e nacionalmente. De todo modo, foi colocado como os encontros presenciais são insubstituíveis e caracterizam o que de fato é a CONANE, um grande e potente encontro dentre todos aqueles que se dispões a somar neste movimento.

    Escolas e mídia

    A Teia Multicultural foi mencionada como um exemplo de escola que filma o que realiza com a finalidade de registrar e dar visibilidade a suas práticas. O site da CONANE poderia reunir diferentes tipos de registros como este. Algumas mídias independentes como o Portal do Educador, já buscam dar visibilidade a estas práticas, se apropriar de dinâmicas mais contemporâneas criando soluções em rede pareceu um desafio possível para os próximos passos.

    ...

    Redação